Antonio Cesar de Almeida Santos

Bacharel e licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (1992), mestre em História pela Universidade Federal do Paraná (1995) e doutor em História pela mesma Instituição (1999), onde é professor associado do Departamento de História, desde 1998. Pesquisador do Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses (CEDOPE/DEHIS/UFPR) e membro do Grupo de Pesquisa Cultura e Educação na América Portuguesa. Atua na área de História Moderna e Contemporânea, com ênfase nos seguintes temas: Império colonial português, Brasil século XVIII, pombalismo. Também trabalha com Historiografia, Teoria e Metodologia da História.

 

Projetos em Andamento:

2008 – Atual: A política administrativa portuguesa na segunda metade do século XVIII (um estudo da prática política pombalina)

Descrição: Neste projeto exploramos a evidência de que, nos tempos de sua estada em Londres (1738-1744), Sebastião José de Carvalho e Melo (Marquês de Pombal) tomou contato com a Aritmética Política de William Petty (1623-1687). Assim, considerando a hipótese de que a administração do reinado de D. José I (1750-1777) esteve orientada por alguns princípios de governo difundidos por Carvalho e Melo no âmbito das secretarias de estado, dos conselhos e dos tribunais superiores, pretendemos avançar discussões que permitam: 1) identificar os elementos constituidores da prática política do reinado de D. José I; 2) discutir a difusão dos princípios administrativos propostos por Carvalho e Melo; 3) estabelecer os prováveis desdobramentos das práticas político-administrativas levadas a efeito no reinado de D. José I, abordando a presença das idéias pombalinas nos reinados de D. Maria I e D. João VI (1777-1826). Com isso, procuramos identificar a vinculação da prática política do reinado de D. José I às idéias de Petty, discutindo a sua difusão no âmbito político português da época.

2003 – Atual: Os naturais do Brasil (crioulos) no quadro das ciências naturais do iluminismo português

Descrição: Este projeto está voltado à pesquisa das trajetórias de vida da geração de ilustrados nascidos no Brasil que, em finais do século XVIII e início do século XIX, estudaram na Universidade de Coimbra e, posteriormente, dedicaram-se às ciências naturais e astronomia. Na qualidade de agentes da coroa portuguesa eles percorreram todo o império luso, através dos 5 continentes, inventariando seus recursos naturais. O objetivo central a que nos propomos é dar a conhecer a imensa produção legada por esses estudiosos.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Fundación Carolina (Espanha).

2002 – Atual: Formação da sociedade paranaense: população, administração e espaços de sociabilidades (1648-1853)

Descrição: Este projeto filia-se a recente corrente historiográfica voltada ao estudo das configurações do período colonial brasileiro, recompondo as relações, interações e dinâmicas promovidas pelo, e no interior, do Império Colonial Português. Concentrando a atenção dos pesquisadores na região meridional do Estado do Brasil, o projeto estrutura-se em três vertentes básicas: população, com a intenção de delimitar a sua composição e dinâmica; administração, voltada a desvelar a estrutura e as especificidades do aparato administrativo, eclesiástico, militar e fazendário; espaços de sociabilidade, voltada a recompor as sociabilidades inscritas nesta região.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.