Menu

História


O primeiro Seminário Nacional Sociologia & Política aconteceu em 2009 a partir da iniciativa dos alunos dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e em Ciência Política da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Mais de trezentos estudantes de Pós-Graduação, mestrandos e doutorandos de todo o Brasil, apresentaram seus trabalhos e participaram ativamente dessa primeira edição.

O significativo resultado obtido em 2009 estimulou a organização da segunda edição que, em 2010 ampliou o escopo dos temas dos trabalhos científicos com a criação de 15 (quinze) Grupos de Trabalho, ao invés dos 9 (nove) do ano de 2009. Além disso, como o evento foi originalmente criado como atividade realizada por dois Programas de Pós-Graduação, os Grupos de Trabalho foram distribuídos de forma mais equitativa entre as áreas de Sociologia e de Ciência Política. Essa segunda edição reuniu mais de 600 alunos de Pós-Graduação de todo o país.

Em 2011, a terceira edição do Seminário Nacional Sociologia & Política definiu como tema “Repensando Desigualdades em Novos Contextos”. Com este mote, optou-se por discussões mais recentes das áreas de Sociologia e de Ciência Política a respeito do cenário de redução das desigualdades sociais, segundo os dados do Censo e, também, das pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Esse cenário favoreceu pesquisas sobre o tema da desigualdade no Brasil e, por isso, buscou-se promover o intercâmbio de experiências e conhecimentos entre os estudantes de pós-graduação em Sociologia e Ciência Política das diversas instituições de ensino superior do país nos grupos de trabalho. Além das conferências e mesas redondas, nessa ocasião, o evento sediou a 1º Reunião de Jovens Pesquisadores de Ciência Política Latino Americana, apoiada pela ALACIP (Associação Latino-Americana de Ciência Política). Essa experiência teve como objetivo atrair pesquisadores dos países latino-americanos e contribuir para o início do processo de internacionalização do Seminário. Dentre outras iniciativas, foi criado o grupo de trabalho intitulado “Pesquisando a política na América Latina”.

Na sua quarta edição, em 2012, o Seminário teve como tema: “Pluralidade e Garantia dos Direitos Humanos no Século XXI”, que cumpriu a tarefa de trazer para Curitiba e para o Paraná as discussões mais recentes das áreas de Sociologia e de Ciência Política, relacionadas aos temas de Direitos Humanos, especialmente as questões recentes sobre memória da ditadura, verdade e justiça na América Latina. Essa edição do seminário contou, ainda, com 16 grupos de trabalho e a presença de participantes de 17 estados brasileiros e de 4 países da América Latina, a saber: Argentina, Chile, Uruguai e Colômbia, com mais de 600 inscritos, entre apresentadores de trabalho e ouvintes.

A quinta edição não foi realizada no ano de 2013. A Comissão Executiva avaliou que o número expressivo de outros eventos no segundo semestre de 2013 poderia comprometer a participação dos pesquisadores no Seminário. Por essa razão, a Comissão optou por transferir o evento para o primeiro semestre de 2014, mais especificamente para os dias 14, 15 e 16 de maio desse ano. A partir da quinta edição, portanto, o Seminário Nacional Sociologia & Política passou a ser realizado sempre no primeiro semestre de cada ano. Esta decisão mostrou-se acertada, conforme demonstram os números do evento: no total, foram submetidos 800 resumos para os 17 GTs, dos quais foram aprovados 500 trabalhos no total. Circularam pelos dias do evento mais de 800 participantes, entre ouvintes e apresentadores de trabalhos completos e pôsteres de graduação. Os participantes eram provenientes de diversos estados brasileiros e de países da América Latina.

Na quinta edição, o Seminário Nacional Sociologia & Política examinou, de modo específico, as dinâmicas políticas e as mudanças sociais em curso no cenário nacional e internacional contemporâneo. Com esse propósito, o V Seminário abordou o tema “Desenvolvimento e mudanças sociais em contexto de crise” e debateu os limites e as possibilidades do desenvolvimento num contexto de mudanças significativas e de aumento crescente da incerteza.

Na sexta edição, o Seminário Nacional Sociologia & Política discutiu os desafios das Ciências Sociais no Brasil contemporâneo, especialmente o desenvolvimento de novas perspectivas teóricas e metodológicas com o propósito de compreender as dinâmicas políticas e as transformações da sociedade brasileira. Dessa forma, o Seminário teve como tema “Releituras Contemporâneas: o Brasil na Perspectiva das Ciências Sociais” e discutiu os limites dos processos de democratização (em especial na imprensa) e os desafios teóricos colocados pelos novos sujeitos e pelas interseccionalidades de gênero, etnia e classes sociais. Os números registrados na VI edição do Seminário Nacional Sociologia & Política sugerem a consolidação definitiva do evento ao longo das suas sucessivas edições, pois foram 1260 submissões de trabalho.

Em sua sétima edição, o VII Seminário Nacional Sociologia & Política discutiu possibilidades e limites institucionais para os processos de democratização na América Latina. Dessa forma, teve como tema “Instituições e Democracia na América Latina”, abordado, sobretudo na mesa de abertura e na conferência internacional. A novidade dessa edição foi a 1ª Mostra de Fotos e Vídeos e o Evento contou com 718 resumos submetidos e 534 aprovados em seus 16 Grupos de Trabalho. O Evento contou com a participação expressiva de estudante s e professores de todas as regiões do país, tendo um número total de 1115 participantes inscritos, o que mostra que o SNS&P se consolidou como um dos maiores eventos das Ciências Sociais do país.

O Seminário Nacional Sociologia & Política consagrou-se, portanto, como um importante espaço de reflexão, onde estudantes dos mais diversos programas de pós-graduação do país interagem e trocam experiências e ideias, além de publicarem seus papers. O desafio permanente é manter a qualidade das discussões e produções científicas do Seminário, mantendo-o como uma referência nacional para alunos de pós-graduação.

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Humanas


E-mail : sociologia.politica.ufpr@gmail.com
Facebook : www.facebook.com/snspufpr/

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Ciências Humanas

E-mail : sociologia.politica.ufpr@gmail.com
Facebook : www.facebook.com/snspufpr/

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná -

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR