Disciplina:

Comunicação e Política

Professor Responsável:

Prof. Emerson Urizzi Cervi

Ementa:

Comunicação em sociedades de massa e processos políticos. Novas configurações das campanhas eleitorais midiatizadas. Comportamento político, das elites e das massas, frente à ampliação da arena política a partir do “novo” espaço público.

Objetivo:

A disciplina tem por objetivo introduzir o aluno a investigações sobre a relação entre a mídia e os fenômenos políticos a partir de obras teóricas e de estudos sobre campanha e comportamento eleitorais.

Conteúdo Programático:

UNIDADE I: O Que é Comunicação Política; a Comunicação Política como poder intermediário.
UNIDADE II: Estudos de Comunicação Política; efeitos dos Meios de Comunicação Sobre a Opinião Pública.
UNIDADE III: A personalização da Política; o que é Democracia de Público; comunicação Política em Processos Eleitorais contemporâneos.

Referências Bibliográficas Obrigatórias:

DOWNS, A. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo: EDUSP.1999.
FIGUEREIDO, M. A Decisão do Voto. São Paulo: Editora Sumaré. 1991.
MANIM, B. As metamorfoses do governo representativo. Revista Brasileira De Ciências Sociais, no. 29.1995.
MIGUEL, L. F. Mito e discurso político: uma análise a partir da campanha eleitoral de 1994. Campinas: Editora da Unicamp.2000.
RUBIM, A. A. C. Comunicação e política. São Paulo: Hacker Editores. 2000.

Referências Bibliográficas Complementares:

CONVERSE, P. “The Nature of Belief Systems in Mass Publics”. In: David Apter (org) Ideology and Discontent. New York: The Free Press.1964.
FIGUEIREDO, R. Marketing político e persuasão eleitoral. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer.2000.
FUKS, M.; CERVI E. A cobertura da mídia impressa nas eleições municipais de Curitiba 2000.2001.
HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.1984.
LIMA, V. A. Televisão e poder: a hipótese do “cenário de representação política” (CR-P). Comunicação & Política 1, n°. 1, 1994.p. 5-22.
MIGUEL, L. F. (2000). Mito e discurso político: uma análise a partir da campanha eleitoral de 1994. Campinas: Editora da Unicamp, 2000.pp. 78-84.
SAMPEDRO, V. Efectos de los medios de comunicación sobre la opinión pública: los paradigmas sobre el poder del público. Comunicação & Política VI, n°. 1,1999. p. 129-55.
SARTORI, G. Homo videns – La sociedad teledirigida. Buenos Aires: Aguilar /Altea /Taurus /Alfaguara.1988.
SINGER, A. Esquerda e direita no eleitorado brasileiro. São Paulo: Edusp/Fapesp.1999.
THOMPSON, J. B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. Petrópolis: Vozes,1988. pp. 47-107.
WOLF, M. Teorias da comunicação. Lisboa: Presença.1987. pp. 21-61.
ZALLER, J. The Nature and Origins of Mass Opinion. Cambrige: Cambrige University Press.1992