Disciplina:

Metodologia e Didática do Ensino Superior

Professora Responsável:

Profª. Dra. Ana Maria Liblik

Ementa:

Abordar uma Metodologia e Didática do Ensino Superior requer uma ampla reflexão histórica sobre a invenção da educação na idade moderna, bem como sobre sua reinvenção na sociedade contemporânea. Faz-se necessário uma análise dos elementos constituintes do discurso educacional e seus elementos derivados, tais como: o planejamento educacional, o currículo, o plano de ensino e as diferentes subjetividades constituídas na ação do ensinar e aprender.

Objetivos:

*Analisar o discurso educacional por meio de dispositivos históricos;
*Problematizar os aspectos centrais da sistematização da ação pedagógica;
*Pensar a formação de professores/pesquisadores enquanto sujeitos de uma ação política;
*Interrogar a construção das diferentes subjetividades presentes na relação ensino-aprendizagem.

Conteúdo Programático:

UNIDADE I: Educação e modernidade: uma relação de poder-saber;
UNIDADE II: Educação e os estudos culturais: questionando poderes e saberes;
UNIDADE III: Elementos do discurso educacional moderno: planejamento, plano de ensino e currículo – uma abordagem histórico-genealógica;
UNIDADE IV: A relação ensino-pesquisa na formação do educador;
UNIDADE V: Subjetividades: uma análise da (des)construção dos sujeitos do ensinar e do aprender.

Referências Bibliográficas Obrigatórias:

ARENDT, A. “A crise na educação” in: Entre o Passado e o Futuro, SP: Perspectiva. 2a. ed.,1972.
CUNHA, M. I. “Relação ensino-pesquisa.” in VEIGA, I. P. A (org.) Didática: o ensino e suas relações, Campinas: Papirus. 1996.

Referências Bibliográficas Complementares:

DONALD, J. “Faros del Futuro: Enseñanza, sujeción y subjetivación” in LARROSA, J. (ed.) Escuela, poder y subjetivacion, Madrid: La piqueta.
GIROUX, H. A ; McLAREN, P. “Por uma pedagogia crítica da representação” in SILVA, T. T. (org.) Territórios Contestados. O currículo e os novos mapas políticos e culturais, Petrópolis: Vozes. 1995.
LARROSA, J. “Tecnologias do eu e educação” in SILVA, T. T. (org.) O sujeito da educação. Estudos Foucaultianos, Petrópolis: Vozes. 1994.
LINHARES, C. F.“Múltiplos sujeitos da educação: produção de sujeitos e subjetividade de professores e estudantes” in Ensinar e aprender: sujeitos , saberes e pesquisa / Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (ENDIPE), RJ: DP&A. 2000.
MARTINS, P. L. O. “A relação conteúdo-forma: expressão das contradições da prática pedagógica capitalista” in VEIGA, I. P. A (org.) Didática: o ensino e suas relações, Campinas: Papirus. 1996.
MOREIRA, A F. B. (1998) “Didática e Currículo: Questionando Fronteiras” in OLIVEIRA, M. R. N. S. (org.) Confluências e Divergências entre Didática e Currículo, Campinas: Papirus. 1998.
SILVA, T. T. Documentos de identidade. Uma introdução às teorias do currículo, Belo Horizonte: Autêntica. 1999.
VEIGA-NETO, A. “Michel Foucault e Educação: há algo de novo sob o sol?” in VEIGA-NETO, A. Crítica pós-estruturalista e educação, Porto Alegre: Sulina. 1995.