Disciplina:

Teoria Política Contemporânea

Professor Responsável:

Prof. Dr. Renato Monseff Perissinotto

Ementa:

Análise da produção contemporânea em Sociologia Política através da discussão dos seus desenvolvimentos teóricos mais recentes

Objetivos:

O objetivo desta disciplina é apresentar ao aluno o desdobramento teórico contemporâneo das matrizes clássicas da Sociologia Política. Desta forma, pretende-se discutir, apenas em parte obviamente, os desenvolvimentos, neste século, da Sociologia Política marxista e da Sociologia Política tributária tanto da matriz weberiana quanto da matriz da chamada “teoria das elites”. Em todas essas variantes teóricas veremos que a questão subjacente é a da natureza do poder político.

Conteúdo Programático:

UNIDADE I: O debate entre elitistas, pluralistas e teóricos da na-decisão: teoria e método.
UNIDADE II: A visão tridimensional do poder: a proposta de Steven Lukes.
UNIDADE III: História e poder na sociologia contemporânea: Nicos Poulantzas, Michel Focault e Pierre Bourdieu.

Referências Bibliográficas Obrigatórias:

UNIDADE I:
BACHRACH, P. e BARATZ. Decisions and non-decisions: an analytical framework. In BELL, R., EDWARDS, David V. e WAGNER, Harrison R. Political Power: A Reader in Theory and Research. New York: The Free Press, 1969.
DAHL, R. Uma crítica do modelo de elite dirigente. In: M. S. AMORIM (org.), Sociologia Política II, Rio de Janeiro: Zahar Editores. p. 90-100.
WRIGHT MILLS, C. A elite do poder: militar, econômica e política. In: H. R. FERNANDES (org.), Wright Mills, Coleção Grandes Cientistas Sociais, no. 48. São Paulo: Editora Ática. p. 62-80.
UNIDADE II:
LUKES, S. Power: A Radical View. London: The MacMillan Press Ltd., 1976.
UNIDADE III:
BOURDIEU, P. Espaço social e gênese das classes. In: O Poder Simbólico. Lisboa: Difel, 1989. p. 133-161.
FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In P. RABINOW e H. DREYFUS, Michel Foucault: uma trajetória filosófica (para além do estruturalismo e da hermenêutica). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995. p. 231-249.
MILIBAND, R. Resposta a Nicos Poulantzas. In: R. BLACKBURN (org.), Ideologia na Ciência Social, Rio de Janeiro: Paz e Terra. p. 233-241.
POULANTZAS, N. O problema do Estado capitalista. In: R. BLACKBURN (org.), Ideologia na Ciência Social, Rio de Janeiro: Paz e Terra. p.219-233.

Referências Bibliográficas Complementares:

ARENDT, H. Poder e violência. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001. p. 81-94.
CHAZEL, F. Poder. In: R. BOUDON (org.), Tratado de Sociologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1996.
CLEGG, S. R. Frameworks of Power. London: Sage Publications, 1994.
CRENSON, M. A. The Um-Politics of Air Pollution: A Study of Non-Decisonmaking in the Cities. Baltimore/London: The Johns Hopkins Press, 1971.
DAHL, R. A. The concept of Power. In BELL, R., EDWARDS, David V. e WAGNER, Harrison R. Political Power: A Reader in Theory and Research. New York: The Free Press, 1969.
DAHL, R. Análise Política Moderna. Brasília: UNB, 1976.
GIDDENS, A.. “Poder” nos escritos de Talcott Parsons. In GIDDENS, A., Política, Sociologia e Teoria Social. São Paulo: Editora da Unesp, 1997. p. 241-262.
POULANTZAS, N. Poder político e classes sociais. Rio de Janeiro: Martins Fontes. 1986 [1968].